Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Governo não aceitará mínimo de R$ 400, diz Jaques Wagner

O ministro das Relações Institucionais, Jaques Wagner, afastou hoje a possibilidade de o governo aceitar um valor de R$ 400,00 ou superior para o salário mínimo do próximo ano. "R$ 400 reais é um número excessivamente alto para a contabilidade da Previdência Social", argumentou o ministro. "Não que os trabalhadores não mereçam, mas é alto", acrescentou.Wagner admitiu que há a chance de uma negociação entre os R$ 321,00 previstos no projeto do Orçamento da União para 2006 e os R$ 400,00 defendidos pelas Centrais de Trabalhadores.Questionado se o presidente Luiz Inácio Lula da Silva promoverá mudanças na política econômica, o ministro disse que não, argumentando que "quem viveu a turbulência da crise, como o presidente, e não se abalou na condução serena da economia, não fará mudanças".Segundo Wagner, as mudanças admitidas ontem por Lula seriam apenas "alguns ajustes na posologia, não nos pilares da economia".

Agencia Estado,

07 de dezembro de 2005 | 17h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.