Governo não dará ajuda financeira à Varig, garante Viegas

O ministro da Defesa, José Viegas, afirmou hoje que o governo não pretende dar nenhuma ajuda financeira à Varig. "O governo confia numa solução empresarial para o problema da Varig. Pensa em facilitar entendimentos nesta área e criar no futuro próximo um marco regulatório que corresponde a uma melhor condição para o setor da aviação civil operar positivamente e com sustentabilidade", afirmou, após receber Ordem do Mérito Militar. Viegas informou que nos últimos dias tem tido reuniões com executivos de empresas de aviação. Nestas reuniões, segundo ele, foi reforçada a idéia de que o governo não trabalha com a alternativa de soluções individuais. "Isso significa que não vamos dar nenhuma ajuda financeira a nenhuma empresa individualmente que esteja em situação de crise", afirmou.Na semana passada, a Varig teve um de seus aviões - o boeing 777 - retido no aeroporto de Roissy - Charles De Gaulle de Paris por falta de pagamento de leasing.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.