Governo não tem data para mexer no preço do combustível

A ministra de Minas e Energia, Dilma Rousseff, disse hoje que não há data definida para a revisão dos preços dos combustíveis, apesar da alta da cotação do petróleo no mercado internacional. "Até que não haja modificação sensível no patamar de preços, nós não vamos proceder a nenhum ajuste. O que o governo está fazendo é observar", disse.Ela disse que desde o ano passado tem havido movimentos de alta e baixa no preço e que é preciso ter certeza sobre qual é a tendência. Por isso, afirmou, não é viável ainda fazer um reajuste dos preços em função de fatos isolados, coma uma explosão de uma bomba em alguma instalação. Segundo a ministra, é importante observar se os preços no mercado internacional mudaram de patamar e esse comportamento serve tanto para quando o petróleo está em baixa como para quando está em alta. Dilma lembrou, por exemplo, que a Petrobras foi criticada por não reduzir preços no mercado interno quando a cotação do petróleo estava em baixa no mercado internacional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.