Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Governo pede redução do custo de obras para Copa de 2014

Estimativa atual de gastos com os projetos do mundial de futebol é de cerca de 5 bilhões de reais

Leonencio Nossa, da Agência Estado,

07 de agosto de 2009 | 14h42

O ministro do Esporte, Orlando Silva, disse nesta sexta-feira, 7, que o governo federal pediu aos representantes das 12 cidades que serão sedes da Copa do Mundo de 2014 que reduzam os valores dos projetos de construção e reforma de estádios. A estimativa atual de gastos com os projetos é de cerca de R$ 5 bilhões.

 

Em entrevista após encontro com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, o ministro disse que os organizadores podem reduzir os investimentos sem diminuir a capacidade dos estádios. Ele avaliou, por exemplo, que algumas arenas não vão precisar de coberturas.

 

Orlando Silva disse que não haverá dinheiro direto do governo federal na melhoria e construção dos estádios, mas bancos federais poderão bancar as obras. "Não vai ter um centavo do Orçamento do governo federal para construir ou reformar estádios de futebol para a Copa de 2014, o que existe é a

hipótese de ser feito algum tipo de financiamento por empresas financeiras públicas", disse, referindo-se aos bancos oficiais.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2014Governocustos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.