Estadão
Estadão

Governo piora projeção para PIB e prevê queda de 3,8% em 2016

Já a estimativa para a inflação melhorou e passou de 7,44% para 7%, em linha com o que espera o mercado financeiro

Rachel Gamarski, Eduardo Rodrigues e Adriana Fernandes, O Estado de S.Paulo

20 de maio de 2016 | 20h24

A nova equipe econômica alterou os parâmetros macroeconômicos para este ano. As novas previsões do governo apresentam resultados próximos aos da pesquisa Focus, realizada pelo Banco Central com analistas do mercado. Os novos dados do governo mostram que a previsão do Produto Interno Bruto (PIB) passa de uma queda de 3,05% para uma queda de 3,80%. O boletim Focus prevê uma queda de 3,88%.

O ministério do Planejamento prevê ainda que o IPCA feche 2016 com um avanço de 7%, assim como o Focus. A previsão anterior era de 7,44%. A nova previsão de câmbio passa de R$ 4,18 para R$ 3,70. O boletim Focus prevê R$ 3,63. A Selic média em 2016 teve sua previsão alterada de 14,17% para 14%. O Focus prevê 13,88%.

Déficit. A meta fiscal de 2016 prevista pelo governo é de um déficit de R$ 170,5 bilhões para o governo central, o equivalente a 2,75% do PIB. Entre as previsões do governo está um superávit de R$ 6,554 bilhões de Estados e municípios. A meta para o setor público é de um déficit de R$ 163,942 bilhões, o equivalente a 2,65% do PIB. 

Mais conteúdo sobre:
PibIpcaSelic

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.