Governo poderá vender sua participação na Vale

O governo federal pretende vender a sua participação na Companhia Vale do Rio Doce em março deste ano. Uma fonte de mercado revelou à Agência Estado que a venda dos 32% de ações ordinárias da mineradora que estão nas mãos do Tesouro e do BNDES deverá movimentar cerca de US$ 1,7 bilhão.A operação será gerenciada pelos bancos ABN Amro e Merryll Linch. A expectativa é que os detalhes da operação sejam finalizados nas duas próximas semanas em reuniões entre autoridades e representantes dos dois bancos em Brasília.Cerca de 70% da venda será feita através de ADRs, em Nova York; o restante será destinado ao mercado brasileiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.