Governo pressiona bancos por corte de custos

Embora diga que não queira, o governo ameaça leiloar a folha de pagamento da clientela da Previdência caso os bancos não reduzam os custos pela prestação do serviço. Há pelo menos dois dilemas na história: 1) O ministro da Previdência, Luiz Marinho, reconhece que não existe um banco capaz de atender sozinho ao pagamento; 2) Os bancos dizem ter interesse em reduzir os custos, mas temem perder a qualidade no atendimento. Dos dois lados, há também uma preocupação, não declarada, quanto ao real interesse dos bancos em ter exclusividade, já que se trata de clientes de baixa renda.

O Estadao de S.Paulo

23 de outubro de 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.