Governo prevê leilão da usina de Jirau até 9 de maio

O governo prevê a realização do leilão da usina hidrelétrica de Jirau, do complexo do Rio Madeira, até o dia 9 de maio deste ano. A previsão consta do balanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) divulgado hoje. A usina de Jirau terá potência total de 3.300 megawatts (MW) e, segundo o governo, deverá demandar investimentos de R$ 9,2 bilhões.Em dezembro do ano passado, o Consórcio Madeira Energia foi o vencedor do leilão de concessão e venda de energia da usina de Santo Antônio, integrante do Complexo Hidrelétrico do Rio Madeira. O grupo arrematou o empreendimento com um preço final de R$ 78,87 por megawatthora (MWh). O Consórcio Madeira Energia é formado pelas empresas Odebrecht (17,6%); Construtora Norberto Odebrecht (1%); Andrade Gutierrez (12,4%); Cemig (10%); Furnas Centrais Elétricas S/A (39%) e Fundo de Investimentos e Participações Amazônia Energia (FIP) - formado pelos bancos Banif e Santander (20%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.