Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Governo prevê receita menor com CSLL e IPI

A redução na projeção de receitas do Orçamento de 2011, divulgada hoje pelo governo, dá destaque para a Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL), com queda de R$ 6,19 bilhões. Na sequência aparecem o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), com baixa de R$ 3,89 bilhões, o Imposto de Renda (IR), com recuo de R$ 3,17 bilhões, o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), com queda de R$ 521,9 milhões, o Imposto de Importação (II), com baixa de R$ 408,4 milhões, e a Cide-Combustíveis, com baixa de R$ 223,3 milhões.

FABIO GRANER, RENATA VERÍSSIMO E EDUARDO RODRIGUES, Agencia Estado

28 de fevereiro de 2011 | 15h13

Na tarde de hoje, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, e a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, detalharam os cortes de R$ 50 bilhões que serão feitos no Orçamento da União para 2011. Na ocasião, também anunciaram a redução de receitas líquidas no ano.

Também foi feito um ajuste para baixo, de R$ 9,92 bilhões, em "outras receitas administradas", que não foram especificadas pelo governo. Houve uma elevação de R$ 1,24 bilhão na expectativa de arrecadação com a Cofins e de mais R$ 773 milhões na arrecadação com o PIS.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.