Governo prioriza licença ambiental de usina hidrelétrica

A ministra de Minas e Energia, Dilma Rousseff, disse nesta sexta-feira que o governo vai priorizar a liberação de 45 usinas hidrelétricas leiloadas no governo Fernando Henrique Cardoso, cujas obras ainda não foram iniciadas. ?Herdamos 45 usinas que não têm sequer licença ambiental?, disse.Os projetos foram arrematados, em grande parte, por grandes consumidores de energia elétrica. ?Não adianta se vangloriar do ato burocrático de realizar uma licitação, se no dia seguinte o investidor descobria que não podia tocar a obra?, criticou.O andamento destes empreendimentos vai nortear o governo na elaboração do primeiro leilão de energia nova que será feito sob as novas regras, previsto para o início do ano que vem. Isso ocorre porque, quanto mais obras forem liberadas, menor será a necessidade de energia no novo leilão, disse a ministra. Dilma acredita que a regulamentação do novo modelo do setor elétrico ficará pronta na semana que vem. ?Não temos pressa para terminar, pois o importante é que todas as questões fiquem bem esclarecidas, que todos saibam onde estarão pisando?, afirmou. ?O que queremos é dar credibilidade e previsibilidade ao setor?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.