Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Governo projeta salário mínimo de R$ 1.006 em 2019

Regra do mínimo prevê que o salário deve ser reajustado de acordo com a inflação dos 12 meses anteriores acrescida do crescimento da economia de dois anos antes

Lorenna Rodrigues, Eduardo Rodrigues e Idiana Tomazzelli, O Estado de S.Paulo

31 Agosto 2018 | 16h00

O governo prevê o salário mínimo em R$ 1.006 em 2019, de acordo com o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLOA) de 2019, divulgado nesta sexta-feira,31, pelo Ministério do Planejamento.

A projeção está acima da feita na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que estimava o mínimo em R$ 1.002. No entanto, o valor do salário mínimo que efetivamente será praticado só será definido no início do próximo ano.

O reajuste observa uma fórmula que considera o crescimento real do PIB em 2017 (1%) e a variação do INPC em 2018, projetada para 4,20%.

Além disso, é adicionado um resíduo do salário mínimo de R$ 1,75, referente à diferença entre o IPCA previsto e o realizado em 2017.

Como é calculado

Criada no início da década, a atual regra do mínimo prevê que o salário deve ser reajustado de acordo com a inflação dos 12 meses anteriores acrescida do crescimento da economia de dois anos antes.

Apesar da previsibilidade gerada pela regra, a principal preocupação dos economistas é o peso nas contas públicas. Cálculo feito pela equipe econômica ao anunciar o reajuste de 2018 indicava que o aumento de R$ 1 no salário gerava incremento anual de R$ 301 milhões nas despesas do governo.

O próximo presidente terá de definir já nos primeiros meses de governo se mantém ou se muda a regra atual de reajuste do salário mínimo. / COM FERNANDO NAKAGAWA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.