Governo promete lançar plano de modernização

O governo federal promete para os próximos meses o lançamento de um programa de modernização do parque fabril brasileiro. De acordo com a secretária de Desenvolvimento da Produção, Heloisa Menezes, do Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior (Mdic), as medidas estão sendo elaboradas em conjunto com o setor privado.

O Estado de S.Paulo

31 de agosto de 2014 | 04h25

Heloisa diz que a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) entregou ao governo um amplo trabalho em que mostra o envelhecimento do parque industrial do País. "A idade das máquinas de nossas empresas é quase três vezes maior que dos concorrentes", afirmou a secretária. Segundo ela, a ideia será fazer um sucateamento dos equipamentos antigos, que jogam para baixo a produtividade brasileira, e garantir a situação financeira e creditícia das empresas.

A secretária afirma, entretanto, que algumas medidas já em vigor também têm o objetivo de renovar e modernizar o parque fabril das empresas. "Temos reforçado muito o estímulo à importação de máquinas e equipamentos não produzidos no Brasil para aumentar a produtividade da indústria nacional e, consequentemente os investimentos."

Segundo ela, nos últimos anos houve um salto de 150% na concessão de descontos para importação de bens de capital, de 1.200 para 3.000. No caso de máquinas e equipamentos produzidos no mercado nacional, o incentivo vem das facilidades de financiamentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). No ano passado, o banco de fomento desembolsou R$ 53 bilhões de recursos para a indústria de transformação - 28% do total liberado. Em 2012, a indústria teve 29% e, em 2008, 39%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.