Governo prorroga programa Luz para Todos por dois anos

O governo oficializou hoje, em decreto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva publicado no Diário Oficial da União, a prorrogação por dois anos, até 2010, do programa Luz para Todos, que permite o acesso da população à energia elétrica.Com o adiamento, que exigirá recursos adicionais de R$ 6 bilhões na execução do programa, a maior parte financiada pelo consumidor na conta de luz, o número de beneficiados será ampliado em 50%, passando de 10 milhões de pessoas para 15 milhões. Quando concluído, o Luz para Todos terá custado R$ 18,7 bilhões.O novo coordenador do programa, Hélio Morito atribuiu a prorrogação do programa à mudança da base de dados do IBGE sobre a qual foi montado, de 2000, e ao retorno de muitas pessoas ao campo.Segundo ele, o Luz para Todos, iniciado em 2003, estará concluído este ano em nove Estados (Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Sergipe), em outros cinco em 2009 (Minas Gerais, Goiás, Paraná, Ceará e Alagoas) e nos Estados restantes do País em 2010.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.