Governo quer 150 mil laptops

Saiu ontem o edital para aquisição de computadores de baixo custo para alunos de escolas públicas

Renato Cruz, O Estadao de S.Paulo

07 de dezembro de 2007 | 00h00

O governo publicou ontem o edital para a compra de 150 mil computadores portáteis de baixo custo para alunos de escolas públicas. Segundo Cezar Alvarez, assessor especial da Presidência da República, os laptops serão distribuídos em cerca de 300 escolas em todo o País. A expectativa é que as máquinas estejam disponíveis entre março e abril de 2008, para o início do ano letivo. Mais informações no siteA idéia é avaliar durante um ano o impacto das máquinas na vida dos alunos e dos professores, que poderão levá-las para casa. "Queremos verificar até o que acontecerá na vida da família da criança, se haverá engajamento dos pais", explicou Alvarez. O governo federal vai garantir às escolas um ponto de acesso rápido à internet.No governo, o projeto foi chamado de Um Computador por Aluno (UCA), muito parecido com One Laptop Per Child (OLPC), ou um computador portátil por criança, nome da associação sem fins lucrativos criada por Nicholas Negroponte, co-fundador do Media Lab, do Massachusetts Institute of Technology (MIT). A OLPC criou o XO, um dos candidatos na concorrência, também conhecido por laptop de US$ 100. O preço dele, no entanto, está próximo de US$ 190. Os outros concorrentes são o Classmate, da Intel, e o Mobilis, da indiana Encore.De acordo com Alvarez, o governo espera que cada computador saia por menos de US$ 300, incluindo a própria máquina, a entrega dela na escola e três anos de assistência técnica. O pregão eletrônico está sendo realizado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), e as propostas serão abertas no dia 18.Uma das exigências do governo é que os computadores venham com software livre, que pode ser copiado e modificado livremente, sem o pagamento de royalties. A condição exclui o sistema operacional Windows, da Microsoft."Isso não tem no edital, mas temos o compromisso de isentar os laptops de todos os impostos federais", disse Alvarez. Ele também disse que, na próxima reunião do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), será proposta a isenção do ICMS, que é estadual.Nas escolas escolhidas, todos os alunos e professores receberão computadores, para que seja possível avaliar as mudanças trazidas pela tecnologia. Serão escolhidos também cinco municípios em que todas as escolas receberão laptops.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.