Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Governo quer dificultar especulador na poupança, diz Mantega

Segundo o ministro da Fazenda, governo não vai impor prejuízos para quem tem investimentos na caderneta

Fabio Graner, da Agência Estado,

12 de maio de 2009 | 19h22

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, garantiu aos sindicalistas que o governo não vai impor prejuízos para quem tem investimentos na caderneta de poupança. "O governo deve criar um dificultador para o especulador que quiser vir para a poupança. O ministro garantiu que não vai prejudicar o poupador de maneira alguma", disse o deputado federal e presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho, um dos participantes da reunião. A informação foi confirmada pelo secretário-geral da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Canindé Pegado, e pelo secretário de Finanças da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Jaci Afonso. Mantega não confirmou que o anúncio será feito na quarta-feira, 13.

 

Veja também:

link Lula nega anúncio de novas regras para a poupança

link Bernardo: poupança não deve servir para especuladores

 

Segundo Paulinho, outro tema tratado na reunião foi a questão do emprego. O deputado afirmou que a crise no setor de bens de capital, que segundo Paulinho cortou 15 mil postos de trabalho, foi discutida no encontro. Ele disse que houve uma sinalização do ministro Mantega de possível desoneração da produção de máquinas agrícolas. Paulinho disse que é preciso ir além e desonerar todo o setor, reduzindo por exemplo o PIS/Cofins, em âmbito federal, e o ICMS, em âmbito estadual. Nesse sentido, ele disse pretender marcar uma reunião com o governador de São Paulo, José Serra.

 

Mas os outros dois sindicalistas negaram que Mantega tenha dado qualquer sinalização de que o governo estuda promover uma desoneração no setor de bens de capital. Os relatos dos sindicalistas dão conta de que o ministro informou que o governo vai agilizar a liberação de crédito para o setor agrícola, especialmente dos R$ 10 bilhões para os frigoríficos.

Tudo o que sabemos sobre:
Guido Mantegapoupança

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.