Governo quer fechar 2007 com 1,6 mi de novos empregos

A indústria de transformação, que registrou em setembro a geração de 112.114 postos de trabalho formais, apresentou o seu melhor resultado mensal da série histórica do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). O resultado geral do Caged do mês passado, de geração de 251.168 empregos com carteira assinada, foi o melhor setembro da série do Caged.O setor de serviços registrou a abertura de 73.054 novas vagas formais e o Comércio abriu 50.352 novos postos de trabalho. Na avaliação do ministro do Trabalho, Carlos Lupi, o mês de setembro tradicionalmente é o período em que os empresários começam a se preparar para o aumento das vendas previstas para o final do ano. "Estou muito otimista que vamos viver este ano o melhor na geração de empregos formais", comemorou o ministro.A previsão de Lupi é que o ano feche com um saldo de novos empregos gerados entre 1,550 a 1,6 milhão, o que seria o novo recorde da série do Caged, superando o ano de 2004, quando foram abertos 1,523 milhão de novos postos formais. No período de doze meses, encerrados em setembro, o Caged acumula a criação de 1.451.873 empregos formais.

ISABEL SOBRAL, Agencia Estado

15 de outubro de 2007 | 18h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.