Governo reajusta preço mínimo da laranja em 13%

Portaria do Ministério da Agricultura eleva de R$ 10,10 para R$ 11,45 o preço da caixa

Rene Moreira, especial para o Estado de S. Paulo,

16 de maio de 2014 | 16h09

RIBEIRÃO PRETO - O Ministério da Agricultura, através de portaria publicada nesta sexta (16), aumentou em 13%, de R$ 10,10 para R$ 11,45, o preço mínimo da caixa de laranja de 4,8 kg para a safra 2014/2015. A medida é válida pra todo o Brasil e tem vigência até março de 2015, sendo este valor aprovado pelo Conselho Monetário Nacional no final de outubro do ano passado.

Esse preço tem considerável importância, já que é utilizado em operações de Financiamento para Garantia de Preços ao Produtor (FGPP), Financiamento para Estocagem de Produtos Agropecuários Integrantes da PGPM (FEPM) e de subvenção econômica. Através da assessoria do Ministério, o ministro Neri Geller, disse que o preço está em sintonia com o custo da cultura e é resultado do esforço do governo para garantir a remuneração ao produtor.

Entre os citricultores, porém, fala-se em outros valores para a laranja. Mesmo com a estimativa de uma safra elevada, de 308,8 milhões de caixas, os mais otimistas acreditam que o preço pago ao produtor possa atingir até R$ 18 por caixa devido à redução dos estoques nas indústrias de suco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.