Governo reduz para 2,5% previsão de crescimento em 2014

O governo federal reduziu de 3,8% para 2,5% a previsão de alta do Produto Interno Bruto (PIB) em 2014, que é usada como parâmetro macroeconômico para o Orçamento da União deste ano. O valor é bem mais otimista do que a expectativa de 1,79% de crescimento da economia brasileira projetada pelos analistas econômicos, segundo a Pesquisa Focus do Banco Central.

ADRIANA FERNANDES, RENATA VERÍSSIMO, LAIS ALEGRETTI E RICARDO DELLA COLETTA, Agencia Estado

20 de fevereiro de 2014 | 11h21

Quando enviou o projeto de lei orçamentária ao Congresso Nacional, a expectativa de crescimento do PIB era de 4% para este ano. Mas o Congresso, na votação da lei orçamentária, reduziu para 3,8%.

No decreto de programação Orçamentária, divulgado nesta quinta-feira, 20, o governo reduziu a previsão de alta do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 5,8% para 5,3% este ano. A estimativa de taxa de câmbio (média) subiu de R$ 2,30 (prevista na lei orçamentária) para R$ 2,44 no decreto.

Tudo o que sabemos sobre:
meta fiscal2014PIB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.