Governo registra superávit primário de R$ 3,640 bi em julho

O governo central (Tesouro Nacional, Banco Central e Previdência Social) apurou um superávit primário de R$ 3,640 bilhões em suas contas no mês de julho. O Tesouro Nacional contribuiu para este resultado com um superávit de R$ 5,923 bilhões no mês passado, enquanto que a Previdência Social e o Banco Central apuraram déficits de R$ 2,264 bilhões e R$ 18,1 milhões, respectivamente.De janeiro a julho, o governo central acumulou um superávit de R$ 37,980 bilhões, o equivalente a 4,02% do Produto Interno Bruto (PIB) do período. Nos primeiros sete meses de 2003, o governo central havia registrado um superávit primário de R$ 32,097 bilhões em suas contas, o que correspondia a 3,77% do PIB.Déficit da PrevidênciaO déficit da Previdência Social em julho deste ano atingiu R$ 2,264 bilhões, 18,9% a mais do que o resultado negativo obtido em junho, que foi de R$ 1,905 bilhão. Em relação a julho de 2003, o déficit apresentou queda de 13,8%. Em julho do ano passado, as despesas do INSS foram maiores que as receitas em R$ 2,628 bilhões. Segundo o secretário de Previdência Social, Helmut Schwarzer, o déficit em julho apresentou um pequeno crescimento em relação ao mês anterior devido à queda na recuperação de créditos.Em junho, a Previdência Social obteve um pagamento extraordinário do setor bancário, da ordem de R$ 500 milhões, o que fez com que a recuperação de crédito no mês superasse R$ 1 bilhão. Já no mês de julho, a recuperação de crédito voltou ao nível normal, e se situou em R$ 536 milhões.No acumulado do ano, até julho, o déficit da Previdência Social atingiu R$ 14,836 bilhões, com o crescimento de 13,6%, em relação ao mesmo período do ano passado, quando o déficit acumulado nos primeiros sete meses do ano foi de R$ 13,063 bilhões. Segundo Schwarzer a arrecadação líquida vem se mantendo em níveis superiores ao do ano passado e o crescimento das despesas está dentro do esperado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.