Governo regulamenta coleta de energia de biomassa

O governo publicou hoje no "Diário Oficial da União" decreto regulamentando as chamadas "estações coletoras", que são centrais de captação de energia que conectarão usinas de biomassa, pequenas centrais hidrelétricas e parques eólicos ao sistema de linhas de transmissão de energia do País.A criação dessas centrais coletoras, batizadas pelo governo de "Instalações de Interesse Exclusivo de Centrais de Geração para Conexão Compartilhada", é um dos fatores que vêm sendo apontados como decisivos para que as usinas de álcool possam entrar no mercado de venda de energia, a partir do processamento do bagaço de cana. O governo marcou para o dia 30 de julho o primeiro leilão de energia voltado exclusivamente para usinas de biomassa.Apesar do potencial de geração de energia elétrica dessas usinas, faltava-lhes - principalmente em Estados como Mato Grosso do Sul e Goiás - acesso ao sistema de transmissão. Ou seja, elas têm como produzir a energia, mas não podem escoá-la.Segundo o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim, caberá agora à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) fazer uma chamada pública para catalogar as usinas que têm interesse em contratar o serviço das estações coletoras. "A partir daí, a EPE vai dimensionar os projetos para a quantidade de usinas cadastradas. Depois, mandamos os projetos para a Aneel, que leiloará essas novas linhas", explicou Tolmasquim.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.