Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Governo sobe para US$ 500 o limite de isenção para bens trazidos do exterior por via terrestre

Com a alteração, os limites para isenção por via terrestre, fluvial ou lacustre passam a ser iguais aos já em vigor para os viajantes que ingressam no País por via aérea ou marítima

Sandra Manfrini, O Estado de S.Paulo

14 de novembro de 2019 | 13h57

BRASÍLIA - O Ministério da Economia ampliou o valor de isenção tributária para bens trazidos do exterior por via terrestre, fluvial ou lacustre. O limite de isenção passará de US$ 300 para US$ 500. A Portaria n.º 601, que traz a mudança, foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 14. 

A mudança passa a valer em 1.º de janeiro de 2020. Com a alteração, os limites para isenção por via terrestre, fluvial ou lacustre passam a ser iguais aos já em vigor para os viajantes que ingressam no País por via aérea ou marítima.

Em 15 de outubro, o governo já havia alterado o valor de isenção para compras em free shops para brasileiros que voltam de viagem ao exterior. O novo limite nesses casos subirá de US$ 500 para US$ 1 mil ou o equivalente em outra moeda, por passageiro, e também entra em vigor a partir de 1º de janeiro de 2020. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.