Governo vai agilizar mecanismo de proteção aos produtores agrícolas

Chuva excessiva no Sudeste e seca no Sul do País motivaram decisão

Rosana de Cassia, da Agência Estado,

09 de janeiro de 2012 | 14h23

BRASÍLIA - O Governo Federal vai agilizar mecanismos de proteção a produtores neste período de chuva excessiva no Sudeste e seca no Sul do País. Segundo nota do Ministério da Agricultura, em reunião, hoje na Casa Civil da Presidência da República ficou decidido que será feito um levantamento para apurar as perdas.

"O Mapa e a Fazenda vão apurar os números de quebra de safra junto aos agentes financeiros e governos estaduais e darão ênfase aos mecanismos já existentes de prorrogação das dívidas previstos no Manual do Crédito Rural, que podem ser acessados imediatamente pelos agricultores", afirma a nota da pasta da Agricultura.

O governo também vai estudar novas formas de agilizar as renegociações de dívidas bem como as indenizações via seguro rural, informa o Ministério.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.