coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Governo vai liberar R$ 7 bi em crédito para empresas do setor de saúde

Ministério da Saúde ainda vai firmar oito parcerias entre laboratórios públicos e privados para produção nacional de medicamentos

Renan Carreira, Dayanne Sousa, Beatriz Bulla e Luís Lima, da Agência Estado,

11 de abril de 2013 | 15h38

O Ministério da Saúde anunciou nesta quinta-feira um pacote de iniciativas que visam a impulsionar a indústria brasileira no setor de saúde. Serão firmadas oito parcerias entre laboratórios públicos e privados para a produção nacional de medicamentos. Além disso, o governo disponibilizará R$ 7 bilhões em créditos para construção de prédios a empresas com projetos considerados inovadores no campo da saúde. Haverá ainda a injeção de R$ 1,3 bilhões na infraestrutura de laboratórios públicos.

O anúncio foi feito durante encontro do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, no comitê executivo do Complexo Industrial da Saúde (GECIS). Na reunião também serão assinados acordos de cooperação entre a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), INP e ABNT para aceleração do processo de concessão de patentes e registro de produtos considerados prioritários para a saúde pública.


Patentes

O Ministério da Saúde também firmou uma parceria hoje com o Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI)para dar prioridade à análise de patentes de produtos estratégicos do Sistema Único de Saúde (SUS). "Temos um conjunto de novas medidas para acelerar o registro de patentes. A expectativa é que o tempo de análise de patentes seja reduzido de nove anos para nove meses.

Tudo o que sabemos sobre:
saudecreditogoverno

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.