Governo vai licitar 16 projetos de hidrelétricas

Até o fim deste ano, os investidores terão a oportunidade de adquirir mais 16 projetos para construção de novas usinas hidrelétricas, com capacidade de gerar mais 4.588 MW. As usinas constam do cronograma de licitações para 2002 e 2003, divulgado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O primeiro lote, com onze usinas e capacidade de 2.226 MW, será licitado em abril, e o segundo lote, com as 5 usinas restantes, será ofertado até dezembro, agregando mais 2.362 MW ao sistema. O próximo leilão testará, na prática, a receptividade, entre os geradores, das novas medidas do governo para o setor. Nos leilões anteriores alguns investidores privados não participaram, devido às incertezas com as regras do mercado. Mas houve grande participação de indústrias, interessadas em gerar sua própria eletricidade. Estas primeiras usinas serão construídas nos Estados de Goiás, Paraná, Bahia, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Maranhão e Tocantins, e devem exigir investimentos de R$ 3,3 bilhões. Sete projetos já estão incluídos no Programa Nacional de Desestatização (PND), e os demais precisam ser acrescentados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.