GP compra 2 mil torres de telefonia

A GP Investments anunciou ontem um investimento de R$ 503 milhões (cerca de US$ 250 milhões) para aquisição de aproximadamente duas mil torres de uma operadora de telecomunicações no Brasil. Segundo comunicado da GP Investments, o negócio dará origem a uma das maiores empresas de gerenciamento de torres na América Latina, a BR Towers.

O Estado de S.Paulo

28 de setembro de 2012 | 03h06

O investimento será realizado pelo fundo de private equity GP Capital Partners V, L.P., gerido pela GP Investments V, Ltd., subsidiária integral da GP Investments, com um comprometimento total do fundo entre US$ 90 milhões e US$ 164 milhões.

Segundo a GP Investments, grande parte da receita da BR Towers virá do aluguel de suas propriedades a operadoras de telecomunicações, incluindo espaço em torres e parte dos terrenos onde as torres estão localizadas.

"Considerando as metas de cobertura 3G e 4G para os próximos 5 a 10 anos, o mercado de torres irá, inevitavelmente, enfrentar uma considerável expansão através do aumento de locatários por torre e divisão de células com construção de novos sites", diz o diretor de Relações com Investidores da GP Investments, Álvaro Lopes, em comunicado.

Ainda de acordo com o comunicado, a BR Towers deve se tornar a "empresa líder em operação de torres no Brasil, com abrangência nacional, contratos de locação de longo prazo e uma forte base de clientes". / AGÊNCIA ESTADO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.