coluna

Louise Barsi: O Jeito Waze de investir - está na hora de recalcular a sua rota

Grã-Bretanha lança programa de seguro para ativos podres

A Grã-Bretanha lançou nesta quinta-feira um programa que pode assegurar mais de 500 bilhões de libras (712 bilhões de dólares) em ativos podres, em uma tentativa de estimular o fluxo de concessão de empréstimos em meio à recessão. Os bancos de varejo do país com mais de 25 bilhões de libras em ativos qualificados para o programa terão até 31 de março para aderir ao Esquema de Proteção de Ativos, que tem vigência por um mínimo de cinco anos e os cobre contra grandes perdas decorrentes de negócios de risco. O Royal Bank of Scotland informou nesta manhã que colocará 325 bilhões de libras em ativos no programa, depois de anunciar o maior prejuízo da história corporativa britânica em 2008. É previsto que o Lloyds Banking Group coloque 200 bilhões de libras em ativos de risco sob o programa na sexta-feira. "São (qualificadas para o programa) coisas como empréstimos comerciais ou hipotecários que agora valem menos do que talvez há alguns meses e dos quais esperamos aumentar o valor à medida em que passamos pela recessão", disse o ministro das Finanças do país, Alistair Darling. "O objetivo é fornecer a certeza e a confiança de que manteremos a concessão de empréstimos." Em troca do seguro, o governo receberá uma tarifa e o compromisso do banco de aumentar a concessão de empréstimos. Sob o programa, os bancos arcarão com uma quantia inicial de prejuízo, sendo os demais 90 por cento cobertos. O programa aceita empréstimos corporativos e alavancados, empréstimos imobiliários comerciais e residenciais e ativos de crédito estruturado, incluindo aqueles lastreados em hipotecas comerciais e residenciais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.