carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Grã-Bretanha poderá ter referendo sobre o euro em 2003

O primeiro-ministro britânico, Tony Blair, anunciou hoje que poderá "convocar um referendo no próximo ano para decidir sobre a entrada do país na zona do euro" desde que sejam cumpridas determinadas condições econômicas propostas pelo país. Blair esclareceu, durante uma reunião com financistas e empresários britânicos na City de Londres, que o papel da Grã-Bretanha deve ser o de estar cada vez mais perto da Europa."Devemos unir-nos ao euro se as cinco condições econômicas que temos proposto, através da Secretaria da Fazenda, forem cumpridas ao pé da letra. Uma moeda única em um mercado econômico único europeu faz muito sentido", disse.As declarações foram divulgadas pouco depois de o secretário da Economia, Gordon Brown, dizer que a instabilidade da economia européia não está se refletindo em absoluto nas finanças do Banco da Inglaterra e sua independência do euro. "Possuímos um Banco da Inglaterra independente do euro que conseguiu dar estabilidade à economia do país", disse Brown, que anunciou a controvertida incorporação, no próximo ano, do economista inglês Mervin King como governador do Banco da Inglaterra em substituição a Edward George.

Agencia Estado,

29 de novembro de 2002 | 17h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.