Gradiente reedita "três em um" com DVD

A Gradiente quer reeditar agora com o DVD o conhecido aparelho de som três em um dos anos 70, que reunia num único bloco toca-disco, toca-fitas e rádio. A companhia investiu R$ 8 milhões no home theatre compacto, que agrega funções de CD player, DVD, toca-fita cassete e rádio em um único aparelho.Os dois modelos do produto, voltado para classe média alta e que custará no varejo R$ 2.450,00 e R$ 2.750,00, respectivamente, começaram a ser desenvolvidos há um ano, quando o cenário de vendas para 2001 era promissor. "O home theatre compacto era para ser lançado custando US$ 30 menos", diz o diretor de áudio e vídeo da Gradiente, Eduardo Toni. Mas por causa da alta do câmbio o preço subiu porque cerca de 70% dos componentes são importados.Apesar de ser um aparelho caro, assim como o televisor de 29 polegadas que custa R$ 1.150,00 e que também está sendo lançado, Toni aposta no bom desempenho das vendas para este fim de ano. Ele explica que o mercado de produtos caros deverá ser favorável porque parte das pessoas deixará de viajar para o exterior e sobrarão mais reais para comprar bens duráveis mais sofisticados. Além disso, a novidade do DVD ajuda a ampliar vendas. Em setembro, a venda industrial de DVDs no mercado superou pela primeira vez a de videocassete.Toni conta que a empresa decidiu aumentar em 10% seus preços médios neste mês e que este é o primeiro reajuste do ano. "Não tem como segurar, essa alta é inexorável", diz ele. Toni explica que o setor está tendo de arcar com grandes pressões de custos pelo fato de usar grande volume de componentes importados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.