finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Gradiente suspende produção de televisores

Dois anos depois de ter comprado a marca Philco do grupo Itaú, tendo como meta se colocar entre os três maiores fabricantes de televisores do País, a Gradiente está enfrentando problemas para concretizar seus planos. Desde fins de julho, a fábrica da Zona Franca de Manaus (AM) está com linhas de produção paradas.A Gradiente admite a paralisação, mas atribui o problema a uma situação geral de mercado. Além disso, diz que apenas parte de sua produção está parada. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas, os funcionários estão em férias coletivas ou licença remunerada. A Gradiente nega que tenha concedido férias coletivas ou licença remunerada e diz que vai retomar as atividades na segunda-feira.Segundo fontes ligadas à empresa, uma das causas da paralisação seria a falta de matéria-prima por causa de dívidas com fornecedores. Entre os fornecedores de componentes, a Samsung SDI, que fabrica tubos de imagem, teria suspendido as entregas para a Gradiente. Procurada pelo Estado, a Samsung não quis se pronunciar. A Gradiente diz estar negociando com a empresa. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.