carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Gradiente volta a fabricar TVs após seis anos

A fabricante de eletroeletrônicos Gradiente está voltando a fabricar televisores após seis anos afastado do mercado. A empresa pretende disputar com a Phillips e a Semp Toshiba nos segmentos de 14 e 20 polegadas, responsáveis por 85% do universo de aparelhos. As primeiras unidades já estão no varejo e custam entre R$ 499 e R$ 599.A opção de voltar a produzir televisores se deve à intenção da empresa de investir em produtos de consumo de massa. "Uma empresa não pode viver apenas de um nicho", disse o diretor-geral da Gradiente Multimídia, Nelson Horstman.Ele afirma que o mercado de televisores é o de maior poder de compra, embora também seja o de menor margem de lucro. "O brasileiro é fascinado por televisão", disse. Até setembro, o apelo de venda estará concentrado na garantia de 10 anos, ou seis mil horas ? os equipamentos serão dotados de um equipamento que conta o tempo de uso.A meta da Gradiente é conquista 10% das vendas até o próximo ano, o que representará cerca de 450 mil aparelhos. Em 2002, foram comercializadas 4,8 milhões de unidades, mas em meados da década de 90 chegou-se à marca de 8 milhões. Para este ano, a expectativa é vender 200 mil unidades. A Gradiente está colocando no mercado também novos produtos de toda área de áudio, vídeo e entretenimento. Neste ano, estão programados 50 lançamentos. A retomada da produção de televisores e o lançamento simultâneo de 30 produtos são resultados de um investimento de R$ 30 milhões feitos nos últimos dois anos. De acordo com Horstman, a equipe de engenharia encarregada do desenvolvimento dos produtos foi duplicada.

Agencia Estado,

20 de maio de 2003 | 16h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.