'Grandes eventos no País vão favorecer a atuação dos profissionais da área'

Coordenador do curso tecnológico em gestão desportiva da paulistana Faculdade de Tecnologia Carlos Drummond de Andrade, Ricardo Torrado afirma que a profissão é regulamentada pelo Conselho Regional de Administração. Segundo ele, o programa capacita o aluno para administrar atividades em clubes, academias, projetos sociais ligados a esportes, empresas que promovem eventos esportivos e programas de esportes dentro de empresas.

CRIS OLIVETTE - O CADERNO SOBRE EDUCAÇÃO UNIVERSITÁRIA CIRCULA TODA ÚLTIMA TERÇA DO MÊS (LEIA O PRÓXIMO NO DIA 30/10), O Estado de S.Paulo

30 de setembro de 2012 | 03h10

"Esses profissionais exercem ações estratégicas e táticas para qualificar projetos e eventos de esportes e lazer." O professor diz que os alunos são habilitados para avaliar e gerir essas organizações nos aspectos técnico, mercadológico e jurídico. "Também adquirem conhecimentos de marketing e aprendem a intermediar as relações entre torcedores, atletas, clubes, associações e federações."

Torrado diz que a tendência para este mercado é das melhores, porque o Brasil será sede dos principais eventos esportivos do mundo. "A economia está voltada para investimentos no setor e, por isso, é essencial ter profissionais qualificados conduzindo os projetos."

Ele ressalta que os alunos são incentivados a criar oportunidades de negócios, planejando e desenvolvendo projetos e eventos. "Assim, construirão uma carreira sólida e rentável."

salário inicial

R$ 1,5 mil

Duração

4 semestres

Disciplinas

Tecnologia esportiva, direito desportivo, marketing esportivo, organização de eventos esportivos e de lazer, economia no esporte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.