Grãos têm baixa na CBOT com ajustes antes de relatório do USDA

Os futuros do milho, do trigo e da soja fecharam com perdas na sessão desta quinta-feira na bolsa de Chicago (CBOT), com os operadores liquidando contratos em ajuste de posições antes da divulgação do relatório do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos sobre estoques.

Reuters

27 de setembro de 2012 | 16h51

O milho caiu para o patamar mais baixo em quase três meses com a fraca demanda, particularmente no mercado exportador, com vendas técnicas, além da pressão anterior ao relatório do USDA.

O Departamento deve divulgar na sexta-feira sua estimativa para estoques de milho até 1o de setembro, um dos relatórios mais antecipados do ano, uma vez que dá a produtores e investidores mais clareza sobre a quantidade que criadores de animais, usinas de etanol e companhias de alimentos consumiram durante o período.

O contrato dezembro da commodity perdeu 7,75 centavos, para fechar a sessão cotado a 7,17 dólares por bushel.

A soja também terminou em baixa, após registrar ganhos durante as negociações. O contrato referência da oleaginosa caiu 2,75 centavos e terminou cotado a 15,7025 dólares por bushel.

O trigo cedeu, acompanhando o milho, e caiu pela quarta sessão seguida, perdendo 14 centavos em seu contrato com entrega para dezembro que terminou o dia cotado a 8,5525 dólares.

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSFECHACBOTGRAOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.