Grécia adia prazo para bancos divulgarem resultados pela 3ª vez

Instituições aguardam injeção de capital de quase € 24 bi da Comissão Europeia e do FMI, como parte de um plano de recapitalização 

Sergio Caldas, da Agência Estado,

30 de novembro de 2012 | 15h46

ATENAS - O Ministério das Finanças da Grécia decidiu estender até 21 de dezembro o prazo para bancos locais negociados em bolsa divulgarem resultados referentes ao segundo trimestre, já bastante atrasados, segundo comunicado divulgado nesta sexta-feira, 30. Trata-se da terceira vez que o prazo é adiado.

Os bancos gregos estão no aguardo de uma injeção de capital de quase 24 bilhões de euros (US$ 31,1 bilhões) da Comissão Europeia e do Fundo Monetário Internacional (FMI), como parte de um plano de recapitalização.

O setor bancário da Grécia precisa de bilhões de euros para sanear suas finanças após a inédita reestruturação de 200 bilhões de euros em dívida grega realizada este ano, que eliminou sua base de capital. Desde então, os quatro maiores bancos do país - National Bank of Greece, Eurobank Ergasias, Alpha Bank e Piraeus Bank - ficaram tecnicamente insolventes.

Pelas regras da Bolsa de Atenas, os bancos deveriam ter anunciado os resultados do segundo trimestre durante o verão europeu. Os adiamentos ocorreram por causa do atraso na liberação da última tranche de ajuda para a Grécia, que impediu que o plano de recapitalização fosse posto em prática.

A Grécia espera agora receber a tranche em meados de dezembro, dependendo de um acordo entre países da zona do euro e de uma recompra de bônus anunciados no começo da semana.

Assim que a ajuda for liberada, o fundo de resgate bancário da Grécia deverá injetar cerca de 10 bilhões de euros nos quatro maiores bancos do país, garantindo a solvência das instituições até uma recapitalização formal prevista para o começo do ano que vem. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
GréciaDívida

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.