Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Grécia apresenta relatório aos credores internacionais na próxima semana

Essa será a 1ª vez que o governo grego fará uma avaliação própria para determinar se o país cumprirá as metas acertadas

Agência Estado

13 de setembro de 2013 | 13h56

A Grécia apresentará aos membros da troica - Comissão Europeia, Fundo Monetário Internacional (FMI) e Banco Central Europeu (BCE) - na próxima semana um relatório de avaliação da sustentabilidade da dívida, afirmou um funcionário do alto escalão do Ministério das Finanças do país.

"Agora nós sabemos e estamos planejando explicar aos nossos credores os impactos das medidas e das reformas estruturais sobre a dívida grega", afirmou a fonte.

Essa será a primeira vez que o governo grego apresentará uma avaliação própria para determinar se o país cumprirá as metas acertadas com os credores internacionais. Inspetores da troica viajarão para Atenas na próxima semana, mas um membro sênior da zona do euro disse que pode haver um atraso no pagamento da próxima tranche do resgate, de outubro para novembro.

Os atuais termos do programa de resgate preveem que a Grécia deve atingir uma proporção entre dívida e Produto Interno Bruto (PIB) de 120% até 2020, apesar das medidas de austeridade terem prejudicado a capacidade do governo de impulsionar o crescimento econômico.

A fonte do Ministério das Finanças da Grécia também anunciou que o governo está preparando um relatório sobre as necessidades de financiamento até 2016, também a ser apresentado à troica na próxima semana. As necessidades podem ser de 10 bilhões de euros a 15 bilhões de euros, influenciadas pelos custos do programa de reestruturação da dívida com o envolvimento do setor privado, disse.

O primeiro passo será determinar como essa necessidade de financiamento será preenchida e o segundo será avaliar como atingir a meta de dívida para 2020, completou a fonte. Fonte: Market News International.

Tudo o que sabemos sobre:
GRÉCIATROICACRISE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.