seu bolso

E-Investidor: O passo a passo para montar uma reserva de emergência

Grécia aprova reformas para receber parcela de resgate

O Parlamento da Grécia aprovou com uma pequena vantagem um amplo pacote de reformas necessário para receber a próxima tranche da ajuda internacional. Entre os 300 parlamentares, 152 aprovaram as alterações.

AE, Agencia Estado

30 de março de 2014 | 21h52

Nesta semana, os ministros de Finanças da zona do euro conduzirão uma reunião informal na capital grega, na qual deverão aprovar o pagamento da próxima parcela do programa de resgate.

A legislação incluiu mudanças nos setores de turismo, alimentação, materiais de construção e varejo, em linha com as recomendações preparadas pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) para melhorar a competitividade grega.

A lista de reformas foi elaborada após quase sete meses de negociações entre o governo da Grécia e os credores internacionais. Membros do governo grego descreveram as conversas como as mais difíceis desde o início do programa de ajuda internacional.

Horas antes da votação, o partido oposicionista Syriza entrou com uma moção de censura contra o ministro de Finanças, Yannis Stournaras, em uma tentativa de atrasar os debates sobre as reformas. A moção foi rejeitada porque essa foi a segunda moção em menos de seis meses.

Um dos pontos mais polêmicos da legislação envolveu a extensão do prazo de validade do leite, o que pecuaristas analisaram como um modo de favorecer as importações. Em protesto, o vice-ministro da Agricultura, Maximos Charakopoulos, renunciou ontem. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Gréciareformasparlamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.