Grécia irá receber € 1 bilhão retido de ajuda até o fim do mês, diz Juncker

O dinheiro faz parte da primeira parcela do segundo pacote de resgate ao país, afirmou nesta quinta-feira o presidente do Eurogrupo

Ricardo Gozzi, da Agência Estado ,

21 de junho de 2012 | 22h57

LUXEMBURGO - A Grécia vai receber até o fim deste mês uma fatia de € 1 bilhão que estava retida e fazia parte da primeira parcela do segundo pacote de resgate ao país, afirmou nesta quinta-feira o presidente do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker.

Segundo Juncker, parte do dinheiro será usada para cobrir as contribuições da Grécia com os mecanismos de resgate da região. O montante havia sido retido pelos ministros das Finanças da zona do euro em meio a preocupações com o futuro político da Grécia antes das eleições do último domingo.

O presidente do Eurogrupo, que reúne os ministros das Finanças dos 17 países que integram a zona do euro, disse esperar que o governo grego convide em breve representantes de seus credores externos para "informá-los sobre a implementação" do segundo pacote de resgate a Atenas.

Juncker alegou que uma visita à Grécia por representantes do Fundo Monetário Internacional (FMI), da Comissão Europeia e do Banco Central Europeu (BCE) é importante para que "todos os procedimentos sejam acelerados". As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Gréciaajudafmi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.