Grécia receberá parcela de empréstimo a tempo, diz ministro

A equipe de inspetores dos credores da Grécia voltará a Atenas nesta semana e o país receberá a parcela de 8 bilhões de euros em empréstimos que precisa para evitar a bancarrota no mês que vem, disse o ministro de Finanças, Evangelos Venizelos, nesta terça-feira.

REUTERS

27 de setembro de 2011 | 08h42

Venizelos disse que o primeiro-ministro, George Papandreou, enviará uma carta apresentando um novo ímpeto de austeridade fiscal para os inspetores da "troika", composta por União Europeia, Fundo Monetário Internacional (FMI) e Banco Central Europeu (BCE).

A troika exigiu garantias por escrito de que Atenas tomará medidas para cumprir a consolidação fiscal e as metas combinadas sob o acordo de resgate de 110 bilhões de euros.

Venizelos disse que os ministros de Finanças da zona do euro irão discutir e autorizar a parcela de empréstimo.

"O desembolso acontecerá, e acontecerá a tempo", afirmou Venizelos.

O ministro também disse que a Grécis precisa da austeridade para passar de um círculo vicioso para um círculo virtuoso na economia.

"Nós deveríamos fazer um esforço para atingir nossas metas fiscais, para cortar drasticamente nosso déficit primário eem 2011, para tomar medidas adicionais no Orçamento de 2012, para atingir superávits primários em 2012 pela primeira vez após muitos anos, para que nós comecemos a entrar em um círculo virtuoso."

(Reportagem de Angeliki Koutantou)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROGRECIATRANCHE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.