Grécia vende € 1,95 bi em títulos de 3 meses

Valor é superior ao montante planejado de € 1,5 bilhão

Danielle Chaves, da Agência Estado,

20 de abril de 2010 | 08h36

O euro subiu para mais de US$ 1,35 e os preços dos bônus da Grécia aumentaram depois que um bem sucedido leilão de títulos de curto prazo realizado pelo país aliviou as preocupações dos mercados. O governo grego levantou € 1,95 bilhão em títulos de três meses, com um yield (retorno ao investidor) confortavelmente abaixo de 4%, a 3,65%.

 

O montante foi maior do que o de € 1,50 bilhão planejado. Segundo a Agência de Administração de Dívida Pública da Grécia, os lances totalizaram 6,921 bilhões de euros.

 

Os yields dos bônus gregos de 10 anos atingiram no início do dia o recorde de 7,8%, mas recuaram para 7,628% depois do leilão, indicando maior confiança na capacidade do país de reembolsar os investidores. O spread (prêmio) dos bônus caiu brevemente para cerca de 4,51 pontos porcentuais após o leilão, mas depois voltou a 4,70 pontos porcentuais. O euro também voltou a operar abaixo de US$ 1,35.

 

A grande diferença nos yields entre os bônus gregos e alemães, porém, permaneceu, sugerindo que o mercado continua preocupado com as perspectivas para a Grécia no médio prazo. Da mesma forma, o custo para garantir a dívida do governo grego contra default ficou estável depois do leilão, mas seguiu elevada, sinalizando receios com o longo prazo. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Gréciatítulosyieldbônusvenda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.