Greenspan agrada e bolsa sobe

O discurso do presidente do Federal Reserve, Alan Greenspan, reiterando a política moderada de aumento dos juros norte-americanos, agradou ao mercado financeiro. A bolsa de São Paulo fechou em alta de 1,17%, com giro de R$ 965 milhões, em 22.361 pontos. O índice Dow Jones subiu 0,54% e o Nasdaq, +1,76%.O dólar comercial rompeu os R$ 3,00. Subiu 0,37%, cotado a R$ 3,006. O giro financeiro total à vista somou cerca de US$ 1,031 bilhão. No mercado da dívida, o C-Bond fechou em queda de 0,86%, cotado a 94,1875 centavos de dólar. O risco Brasil subia subiu 15 pontos para 602 pontos. O mercado de juros teve um bom número de negócios, mas as taxas ficaram estáveis. Na BM&F, os DIs de janeiro terminaram em 16,34%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.