Greve bancária continua; 7.672 agências fecharam ontem

A greve dos bancários chega hoje ao quarto dia de mobilizações. Além de manter agências fechadas, os bancários realizarão hoje uma passeata em conjunto com os trabalhadores dos Correios, a partir das 15 horas, no centro de São Paulo. A concentração está prevista para ocorrer na Rua Líbero Badaró, próximo à Avenida São João. A próxima assembleia da categoria será apenas na segunda-feira, segundo informações do Sindicato dos Bancários de São Paulo.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

30 de setembro de 2011 | 09h26

Ontem, 7.672 agências bancárias do País tiveram suas operações paralisadas, segundo levantamento da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf). As paralisações ocorrem em bancos públicos e privados de 25 Estados e do Distrito Federal, de acordo com balanço feito pela Contraf a partir dos dados enviados pelos sindicatos até as 18h30 de ontem. O único Estado ainda fora da mobilização é Roraima, mas o bancários já aprovaram a deflagração de greve a partir de segunda-feira.

A categoria reivindica reajuste de 12,8% (5% de aumento real), valorização do piso, maior Participação nos Lucros e Resultados (PLR), mais contratações, fim da rotatividade, melhoria do atendimento aos clientes, fim das metas abusivas e do assédio moral, mais segurança e igualdade de oportunidades.

Tudo o que sabemos sobre:
bancáriosgrevereivindicações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.