Greve da Anvisa já causa prejuízo de US$ 120 milhões

A paralisação de servidores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já acarreta prejuízo de US$ 120 milhões para a navegação marítima do Estado de São Paulo. A greve dura 56 dias e atinge 60% dos 1400 funcionários que trabalham em portos, aeroportos e fronteiras. Eles são responsáveis pela vistoria de qualquer carga que chega ao País. O presidente do Sindicato das Agências de Navegação Marítima de São Paulo, José Eduardo Lopes, afirmou, durante entrevista à Rádio Eldorado, que a greve também afeta a credibilidade do Porto de Santos. Segundo ele, há prejuízo de operações para outros locais fora do Estado e até do País. Além disso, Lopes diz se preocupar com o funcionamento dos portos em maio, já que há a possibilidade de haver uma outra no dia 2, dessa vez dos fiscais da Receita Federal e da Alfândega.

Agencia Estado,

18 Abril 2006 | 11h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.