Greve da Caixa acaba em vários Estados e continua em SP

Mesmo com nova proposta feita pela Caixa Econômica Federal, os bancários de São Paulo decidiram manter a greve da categoria, que completa oito dias nesta quinta-feira. Até o início da noite desta quarta-feira, assembléias em Campinas (SP), ABC paulista, Guarulhos (SP), Pará, Rio, Porto Alegre, Florianópolis e Aracaju, entre outros, já haviam votado pelo fim da greve, segundo a direção da Caixa.O presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, João Vaccari, informou que, se São Paulo for o único a manter a greve, ele levará à assembléia proposta para a volta ao trabalho. "Como o movimento é nacional, não teremos fôlego para continuar sozinhos", disse. Dos 1.592 funcionários que participaram da assembléia realizada hoje na capital paulista, 55% votaram pela continuidade do movimento, segundo o sindicato.A direção do sindicato era favorável à nova proposta, por considerar que houve avanço em relação à oferta anterior, apesar de não atender as reivindicações iniciais da categoria. É a segunda vez que a categoria rejeita oferta defendida pela representação sindical.Em nota divulgada hoje à noite, a Caixa afirmou que "espera voltar a oferecer plenamente seus serviços a partir de amanhã".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.