Greve de auditores acabou, diz governo; Unafisco não confirma

Paralisação de trabalhadores já dura 37 dias; Planejamento aceita retirar critério de avaliação para promoções

Renata Veríssimo, da Agência Estado,

24 de abril de 2008 | 18h35

O Ministério do Planejamento acaba de informar que os auditores fiscais aceitaram terminar a greve de 37 dias. Segundo a assessoria de imprensa do Ministério, a informação chegou nesta quinta-feira, 24 ao gabinete do ministro Paulo Bernardo. O Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Unafisco), no entanto, não confirmou a informação. Uma assembléia da categoria está marcada para esta sexta. O Ministério do Planejamento informou também que na reunião desta quinta com os auditores fiscais aceitou a proposta do Unafisco de retirar do acordo salarial o critério de avaliação para promoções. Tais critérios serão discutidos posteriormente e até lá todas as promoções estão congeladas, segundo o Planejamento. A assessoria de imprensa do Ministério anunciou também que já está na Casa Civil da Presidência da República projeto de lei que será encaminhado nas próximas horas ao Congresso com plano de cargos e salários de 16 categorias, que representam cerca de 800 mil servidores, entre os quais professores universitários e de escolas técnicas, Policia Rodoviária Federal, agentes administrativos da Polícia Federal, fiscais agropecuários, funcionários da Abin (Agência Brasileira de Inteligência).

Tudo o que sabemos sobre:
GreveReceita Federal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.