coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Greve de junho pode levar IBGE a rever PIB

Instituto admite que é possível haver revisão do cálculo no futuro; o resultado do 2º trimestre se baseou em dados do mercado de trabalho do Rio, onde houve greve de funcionários do IBGE 

Daniela Amorim, Fernanda Nunes e Mariana Durão, da Agência Estado,

31 de agosto de 2012 | 10h41

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) utilizou dados preliminares do mercado de trabalho da região metropolitana do Rio de Janeiro no mês de junho para calcular o Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre deste ano. A Pesquisa Mensal de Emprego (PME), utilizada no cálculo, foi prejudicada em junho, por causa da greve de parte dos funcionários do instituto.

"A nossa avaliação é de que os dados são bons em qualidade e quantidade suficiente para garantir o cálculo do PIB", afirmou o coordenador da Coordenação de Contas Nacionais do IBGE, Roberto Olinto. Segundo Olinto, apenas uma pequena parcela dos dados foi comprometida pela greve. Ainda assim, é possível que haja revisão dos dados no futuro. Ele ressalta, contudo, não ser possível, neste momento, prever a dimensão de uma possível revisão.

Tudo o que sabemos sobre:
PIBIBGEsegundo trimestregreverevisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.