Greve dos auditores faz superávit da balança cair 12%

A greve dos auditores fiscais da Receita Federal e da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) reduziu o saldo positivo da balança comercial em maio. O superávit comercial (exportações menos importações) no mês passado foi de US$ 3,028 bilhões, o que representou uma queda de 12,13% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando o saldo foi de US$ 3,446 bilhões.Apesar da queda, divulgada hoje pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, o resultado foi o terceiro melhor do ano, perdendo para março, quando o superávit foi de US$ 3,678 bilhões e para abril, quando o saldo foi de US$ 3,097 bilhões.Importações cresceramAs exportações em maio somaram US$ 10,275 bilhões, com uma média diária de US$ 467 milhões. As importações fecharam em US$ 7,247 bilhões, ou US$ 329,4 milhões ao dia. A média diária das vendas caíram 0,1%, na comparação com maio passado, enquanto que as compras cresceram 8,6%. Em relação ao mês passado, a média das exportações caiu 14,3%, enquanto que a média das importações registrou uma queda menor: 11,6%. DESEMPENHO DA BALANÇA COMERCIAL (em US$ milhões)PeríodoExportaçõesImportaçõesSaldojunho/200510.2066.1814.025julho11.0626.0575.005agosto11.3467.6783.668setembro10.6346.3074.327outubro9.9046.2183.685novembro10.7906.7004.090dezembro10.8966.5514.345janeiro/20069.2716.4272.844fevereiro8.7505.9282.822março11.3677.6863.681abril9.8046.7073.097maio10.2757.2473.028Com o resultado, o acumulado do ano, de US$ 15,464 bilhões, está 1% menor do que os US$ 15,621 bilhões registrados no mesmo período do ano passado.Na quinta semana do mês, com apenas três dias úteis, o superávit foi de US$ 252 milhões, com vendas de US$ 1,292 bilhão, ou US$ 430,7 milhões ao dia; e compras de US$ 1,040 milhões, média diária de US$ 346,7 milhões.Este texto foi atualizado às 15h56.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.