Greve dos bancários atinge 102 municípios na Bahia

O Sindicato dos Bancários da Bahia divulgou na tarde desta segunda-feira que o movimento grevista, que cobra reajuste de 10% nos salários - os bancos oferecem 4,5% - e mudanças nos planos de participação dos trabalhadores nos lucros e resultados, atinge 102 dos 418 municípios do Estado. Em Salvador, 95% das agências de bancos públicos e 40% das de bancos privados não abriram hoje, segundo o sindicato. Na região central da capital baiana, todos os bancos estão fechados.

TIAGO DÉCIMO, Agencia Estado

28 de setembro de 2009 | 17h33

As lideranças dos bancários em greve promoveram manifestações na frente de agências bancárias localizadas na Avenida Tancredo Neves, uma das mais importantes da capital baiana, incentivando os funcionários a aderir ao movimento. Duas agências da área - dos bancos Real e Citibank -, que estavam funcionando, foram fechadas. Hoje à noite, os bancários realizam nova assembleia em Salvador, para definir os rumos da greve na Bahia.

Tudo o que sabemos sobre:
grevebancosBahia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.