carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Greve dos bancários em São Paulo completa 12 dias

O 12º dia de greve dos bancários de São Paulo terminou sem proposta e sem negociação entre as partes, segundo os grevistas. O Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região informou que hoje foi o dia de maior mobilização, com 46.620 bancários de braços cruzados e 554 locais, ante a última segunda-feira, 28 de setembro, quando mobilizou 39 mil funcionários.

MAÍRA TEIXEIRA, Agencia Estado

05 de outubro de 2009 | 19h43

Não há uma nova data para conversa entre as partes. A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) foi procurada, mas não atendeu as ligações da reportagem. A entidade patronal propõe novas regras para o pagamento de Participação nos Lucros e Resultados (PLR), limitando em 1,5 salário, num teto de R$ 10 mil e 4% do lucro líquido do banco. Os bancários reivindicam 10% de reajuste salarial (sendo 5% de aumento real), PLR composta pelo pagamento de três salários, acrescidos de valor fixo de R$ 3.850.

Tudo o que sabemos sobre:
grevebancosbancários

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.