finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Greve dos bancos ameaça pagamento de aposentados

A greve dos bancários, se persistir, poderá prejudicar, no Banco do Brasil, o pagamento dos aposentados que começa dia 1º, enquanto na Caixa Econômica Federal poderá criar dificuldades no pagamento dos benefícios do Programa Bolsa-Família, que seria iniciado hoje.Foi o que disseram, hoje, dirigentes das duas instituições ao presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro Vantuil Abdala, segundo informou hoje a Assessoria de Comunicação Social do TST.No encontro, os dirigentes da Caixa lembraram, também, que a instituição presta outros serviços de alcance social, como o pagamento do seguro-desemprego e do FGTS. Além disso, segundo a assessoria do TST, os dirigentes da Caixa informaram que o movimento grevista prejudica o núcleo de negociação interna do banco, que cuida das exportações.AmeaçasNo encontro, os dirigentes dos dois bancos oficiais adiantaram que, se a greve persistir, deverão ajuizar dissídio coletivo no TST e pedir que o tribunal declare a abusividade da greve e determine aos bancários a manutenção dos serviços mínimos para assegurar o funcionamento de diversos setores.Abdala disse aos dirigentes que o Tribunal está acompanhando o desdobramento da greve e manifestou disposição de colaborar para que ela se encerre. Ele manifestou esperança no entendimento e disse que "a intervenção a Justiça do Trabalho deve ser um recurso extremo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.