Greve dos previdenciários entra no segundo dia

A paralisação nacional dos servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) entrou nesta quinta-feira no segundo dia. Os trabalhadores reivindicam, entre outras coisas, a adoção de plano de carreira para a categoria. Balanço divulgado pelo órgão em São Paulo dá conta de que, na capital paulista, das 27 agências, nove têm atendimento normal, 17 atendem parcialmente e uma está fechada. Os postos que prestam serviços normalmente são Metrô Sé, Mooca, Brás, Ipiranga, Brigadeiro, Cidade Dutra, Itaquera, Água Rasa e São Miguel Paulista. A agência do Metrô República está fechada. Na Grande São Paulo, das 16 agências, cinco estão com atendimento normal e 11 atendem de forma parcial. Já no interior do Estado, das 127 agências, 86 têm atendimento normal e 41 funcionam parcialmente.O INSS lembra que, apesar da paralisação, as perícias médicas estão sendo realizadas. Portanto, os segurado nessas condições devem comparecer no local e horário marcados, pois os exames serão garantidos. Já pessoas que não puderam passar pela perícia médica durante a greve dos peritos, que ocorreu de 13 a 19 deste mês, deverão procurar as agências da Previdência a partir de segunda-feira, dia 25, para remarcar o serviço.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.