coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Greve na Argentina tem quase 100% de adesão

É quase inexistente a circulação de caminhões nas rodovias da Argentina por causa da greve dos produtores rurais. As províncias mais afetadas são Córdoba, Santa Fé, Entre Rios e centro da província de Buenos Aires. Cerca de 3.500 caminhoneiros bloqueiam pontos estratégicos e mantêm-se ao longo de rodovias numa imagem que tem percorrido toda a Argentina através dos canais de televisão. A greve, com adesão de quase 100%, tem sido bastante destacada pela imprensa argentina. O presidente da Federação Agrária Argentina (FAA), Eduardo Buzzi, confirmou que amanhã interromperá o trânsito na ponte que une Chaco e Formosa. Os produtores rurais reinvindicam uma política nacional de desenvolvimento agropecuário e a redução dos impostos às exportações e do óleo diesel. Buzzi explica que como parte desta política nacional deverá constar uma mesa de discussão e o financiamento de institutos técnicos. ?Queremos que seja criado um instituto de exportação de grãos e que sejam reabertas as linhas de crédito para a semeiadura?, reivindicou Buzzi. ?Este governo fala em financiar e fazer uma aliança com o setor produtivo, mas o único que faz é financiar bancos e petroleiras?, acusou, completando que é ?hora de as petroleiras tomarem consciência de que vivem num país com a economia destroçada e não pensar só em lucros exorbitantes?.

Agencia Estado,

28 de maio de 2002 | 16h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.